Tags

O PALHAÇO

 

 

©De João Batista do Lago

 

 

 

 

Salto sobre minhas dores

Com um sorriso largo

E com a boca escancarada

E cheia de dentes cacarecos

E vou versejando entre mentes

Infantis e de olhares espantados…

 

 

De repente não mais eu sou o palhaço!

Aí, então, soluço minhas tristezas…

Minhas agruras agora batem palmas e apupam

A camarilha que se esconde entre togas

E nos camarins dos Poderes

Anúncios